Tags

Audio & Vídeo

Testamos: Beats Solo Pro oferece cancelamento de ruído e qualidade de som exemplar por R$ 2.499

Crédito: Divulgação
17 fevereiro, 2020
Maria Beatriz Vaccari

Som limpo, batidas acentuadas e materiais de alta qualidade são alguns dos fatores que consolidam o novo Beats Solo Pro como um fone de ouvido exemplar. Projetado para aprimorar a experiência de ouvir música, o headphone sem fio chega ao mercado por um preço nada amigável: R$ 2.499. O valor, inclusive, é igual ao do Beats Studio 3 Wireless, modelo topo de linha da marca.

Leia mais:
Álbum: todos os eletrônicos testados pelo 33Giga
Do Walkman ao iPhone: Veja a evolução dos players portáteis de música

A semelhança no preço pode não ser mera coincidência, já que a nova geração da linha Solo agora é equipada com o sistema de cancelamento ativo de ruído – até então, exclusivo do modelo Studio. O recurso funciona muito bem e regula a necessidade de isolamento acústico conforme os barulhos do ambiente. Durante os testes do 33Giga, por exemplo, a repórter que usava o Beats Solo Pro não percebeu que o resto da redação estava testando uma caixa de som a cerca de um metro de distância e com o volume próximo do máximo. De quebra, o sistema evita vazamentos causados por cabelos, brincos e até diferentes formatos de ouvidos.

Para sair do modo de isolamento, basta apertar um botão que ativa a opção de transparência. Com ela, é possível “retornar à realidade”, mas sem comprometer a qualidade do som, marcada por batidas acentuadas e pela nitidez.

Raio-X


Nome: Beats Solo Pro
Peso: 266 gramas
Altura: 17,9 centímetros
Duração da bateria: 22 horas
O que anima: função isolamento de ruídos/transparência, design premium, duração da bateria
O que decepciona: preço salgado, não funciona com cabo quando está descarregado, não tem um led que mostra o nível da bateria
Preço sugerido: R$ 2.499
Site: https://is.gd/pJyKgE

Design e usabilidade

Os materiais de qualidade contribuem para deixar o design do novo Beats Solo Pro bonito e prático. Os deslizadores de metal usados para adequar a posição do fone, por exemplo, garantem um visual ainda mais elegante. Já a case feita com tecido reforçado é uma boa pedida para transportar o acessório em bolsas e mochilas.

O headphone não conta com uma tecla de liga/desliga. Para desativá-lo, basta dobrar as hastes. Além do comando de isolamento/transparência, que também serve para parear a conexão com dispositivos Bluetooth, é possível usar botões para controlar o volume, trocar as faixas, ativar a Siri (assistente de dispositivos Apple) e atender ligações (os dois microfones formadores de feixes e o acelerômetro de detecção de fala funcionam muito bem durante as chamadas).

Diferentemente da linha Studio, que pode ser usada com um cabo tradicional de fone de ouvido, o Solo Pro só funciona via Bluetooth. Quem quiser usá-lo com dispositivos sem tal conexão, precisará comprar um cabo a parte, que converte a entrada Lightning em P2 – sai por R$ 299.

Quando o assunto é bateria, a carga do fone tem uma duração bastante satisfatória: 22 horas com isolamento ou transparência ativados e 40 horas com as tecnologias desligadas. Neste quesito, o único empecilho é a falta de um indicador que mostre o nível durante uso e carregamento.

O processo de recarga é feito por meio de um fio com entrada Lightning, que vem sem adaptador de tomada. 10 minutos de carga são capazes de fazer o dispositivo funcionar por até três horas. Para chegar em 100%, a bateria precisa de cerca de duas horas de carregamento.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.